englishPortuguese

PISA Trekking - Pacotes de Viagens de Aventura e Ecoturismo para Portugal!

Procure por algo em nosso site:

Cód.Roteiro:2162

Nível de Dificuldade

Nível Intenso

Moderado

Faça sua Pré-Reserva


Saiba mais






Portugal - Cicloturismo entre as Charmosas Pousadas do Alentejo

7 dias ~ 6 noites
Cicloturismo em Bicicleta de Estrada ou Híbrida

Informações Importantes

Um cidadão brasileiro necessita de visto para ir de férias a Portugal?

Nos termos da legislação em vigor, os cidadãos brasileiros não necessitam de visto para entrar em Portugal, por um período de 90 dias, nos casos de:

* Turismo;
* Negócios;
* cobertura jornalística;
* missão cultural.

Este prazo poderá ser prorrogado em Portugal mediante autorização do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, não podendo a prorrogação ultrapassar 90 dias.

Para qualquer outra situação é exigido visto aos cidadãos brasileiros.

Os cidadãos de outras nacionalidades devem contactar o Consulado de Portugal na sua área de residência para determinar da necessidade ou não de visto para entrar em Portugal.


Que documentos necessita um cidadão brasileiro para entrar em Portugal?

A isenção de visto não exime os seus beneficiários do cumprimento de algumas formalidades de entrada no país previstas na legislação em vigor (Decreto-Lei n° 34/2003, de 25 de Fevereiro, e Documento do Conselho da União Europeia n° 10479/02, de 17 de Julho, que aprova a Instrução Consular Comum no âmbito do Acordo Schengen).

Assim, à entrada em Portugal, torna-se necessária a apresentação às autoridades fronteiriças portuguesas:

* do passaporte com validade superior em, pelo menos, 3 meses à duração da estada prevista;
* do bilhete de viagem aérea (ida e volta);
* de comprovativo de alojamento;
* de documento comprovativo de vínculo laboral ou actividade profissional no Brasil (devidamente reconhecido em Cartório e autenticado no Consulado de Portugal na área de residência);
* de comprovativos dos meios financeiros para suportar a estada, equivalentes a
75 euros por cada entrada em território nacional, acrescidos de 40 euros por cada dia de permanência.

NOTA:
A comprovação do valor diário (40 Euros, em dinheiro, “Travelers cheques”, ou cartões de crédito internacionalmente aceites) poderá ser dispensada, caso seja apresentada uma carta convite ou termo de responsabilidade emitido por cidadão português ou por estrangeiro habilitado com título de residência, autorização de permanência, visto de trabalho, estudo, estada temporária, válidos, que garanta a alimentação e o alojamento do interessado durante a sua estada, sem prejuízo da possibilidade de recurso a outros meios de prova.

Outras Observações

Os Roteiros podem ser:
- Guiados (com um Guia no terreno)
- Auto-Guiados (com um GPS no guiador com todo o percurso gravado)


Roteiros Guiados (com Guia):
- Terá sempre um Guia a pedalar consigo que lhe vai chamando a sua atenção para aspectos históricos e curiosidades ao longo do passeio.
- Estará sempre acompanhado(a) da Organização que lhe falará da História de Portugal e do povo e cultura de Portugal em geral.
- Poderá desfrutar dos belos e saborosos piqueniques diários, sempre em locais criteriosamente escolhidos.
- Irá degustar os saborosos jantares com a gastronomia portuguesa nos melhores restaurantes da região, sempre acompanhado(a) da Organização e do resto do grupo.
- Usufruirá de assistência diária do nosso Carro de Apoio (abastecimento de água, assistência técnico-mecânica, desistências, etc.)
- Irá ter uma Barra Energética cada dia que o ajudará naqueles momentos mais difíceis da pedalada.
- Nos passeios Guiados ainda poderá desfrutar de outras regalias próprias de cada roteiro (visitas, provas de vinhos, etc).


Roteiros Auto-Guiados (sem Guia):
- Terá toda a informação necessária para se guiar sozinho. Terá apenas de seguir a seta no GPS.
- Os roteiros Auto-Guiados não incluem os jantares, nem piqueniques diários, nem fornecimento de barras energéticas e água durante o dia. Também não incluem algumas atividades específicas de cada roteiro, pois está por sua conta.
- Como num passeio Auto-Guiado não terá o Guia para olhar pela sua bicicleta, esta ação é da sua responsabilidade: será responsável pelo bom uso da bicicleta e seus componentes. Deverá manusear as marchas da sua bicicleta com cuidado e gentileza, deverá estacionar a sua bicicleta de forma segura a não causar riscos no quadro e zelar para que ela esteja segura e firme, usando devidamente o cadeado fornecido de forma a evitar furtos e roubos.
- Será ainda responsável pelo bom uso de todo o equipamento que lhe é fornecido: Bicicleta, capacete, bolsas com acessórios, GPS e telefone, devendo este equipamento ser restituído no estado e condições que lhe foram entregues.
- Quando recebe a bicicleta ela já está devidamente preparada e ajustada para fazer o seu passeio nas melhores condições. Como irá estar sozinho num passeio Auto-Guiado terá que ser responsável pela bicicleta e deverá ser capaz de resolver qualquer problema mecânico que possa surgir durante o passeio, tal como reparar um furo no pneu, ou resolver o problema de uma quebra de corrente, etc.

 

PISA Trekking Viagens e Turismo Ltda.

Endereço: Al. dos Tupiniquins 202 - Moema - SP - CEP 04077-000 - Tel:(11)5052-4085

FILIAL: Rua Santa Cruz, 45 - Cambuí - Campinas – SP - CEP 13.024-100 Tel:(19)3253-0274

EMBRATUR 13.734.00-41-8. / Sindetur - SP / 1831 IATA - 57-5 1569 5 SNEA - 8819

Site desenvolvido por 2L Creations