Pisa Trekking Aventura Levada a Sério

(11) 5053-5480 • (11) 94000-6735

Receba nossos Informativos

Reserve Agora

Voltar

Trekking na Geórgia - Descobrindo as Montanhas do Cáucaso c/ Agnaldo Gomes

Cód.Roteiro:1904

Convidar Amigo Imprimir

EXPERIÊNCIAS:

  • Trekking

    Trekking

  • |
  • Grandes Expedições

    Grandes Expedições

  • |
  • Viagens em Grupo

    Viagens em Grupo

  • |
14 DIAS E 13 NOITES

Nível de dificuldade:

- Intenso -
Valor a partir de:

€ 3.500,00

terrestre

Gostou do Roteiro?
Solicite a sua Pré-reserva!

Solicitar

A Geórgia é uma agradabilíssima surpresa. Com uma longa história e múltiplas influências culturais devido a invasões sucessivas de mongóis, otomanos, persas, russos e mais recentemente sendo descoberto por turistas e trekkers de todo o mundo, o país se encontra geográfica e culturalmente entre a Ásia e a Europa. A Geórgia foi o segundo país a adotar a religião cristã e suas igrejas e antigos monastérios são fascinantes. Sua capital, Tbilisi retrata muito bem esta mescla cultural com a parte antiga ao redor das fontes de águas termais e casas com lindas varandas ao lado de ousados projetos arquitetônicos super modernos.
Mas, é nas montanhas que mora a mais surpreendente beleza do país. Pradarias repletas de flores silvestres contrastando com montanhas nevadas impressionantes e cortadas por lindos riachos de montanha deslumbram a todos. 
Nosso trekking será em uma das regiões mais bonitas do país, Svaneti, que não só apresenta uma beleza natural impressionante como também vilarejos medievais com as famosas Torres Svan que eram usadas como defesa contra os inúmeros e diversos invasores. Tudo isso com a hospitalidade do povo local e de um dos mais famosos vinhos do planeta.
Caminharemos ao redor de 6 a 7 horas por dia percorrendo de 15 a 20 quilômetros e nos hospedaremos em pequenas pousadas familiares onde também experimentaremos a culinária local.
Mas, segredos como este não duram muito...venha agora descobrir porque Geórgia é o destino da vez.

Dia a Dia

11/06 - 1º Dia - CHEGADA EM TBILISI

Chegada a Tbilisi, a capital da Geórgia.(consulte-nos sobre opções de voos a partir da sua cidade de origem). Traslado Aeroporto/Hotel não incluso. Restante do dia livre. 
 

Sem refeições inclusas;
Pernoite em hotel.



12/06 - 2º Dia - CITY TOUR EM TBILISI

Após o café da manhã, passeio visitando os pontos mais importantes da cidade.
 

Café da manhã incluso;
Pernoite em hotel.



13/06 - 3º Dia - TBILISI / ETSERI

Este vilarejo é completamente tradicional, fora da rota normal de trekking e mantém seu modo de vida com pouca influência do mundo exterior. Nos hospedaremos em uma pousada bastante simples com quartos com duas camas e banheiro fora do quarto, porém com a típica hospitalidade georgiana.
 
Pernoite em pousada simples.
Café da manhã e jantar inclusos;


14/06 - 4º Dia - INÍCIO DO TREKKING / ETSERI / MAZERI

Começamos o trekking com uma subida gradual de cinco quilômetros, ganhando 1000 metros inicialmente por campos repletos de flores silvestres e conforme vamos ganhando altitude, a trilha se torna um pouco mais íngreme até chegarmos no passo Baki, a 2462 metros e de onde se tem a primeira vista do Monte Ushba (4710 m) que dominará nosso horizonte nos próximos dias de caminhada. Após um bom descanso apreciando a linda vista das montanhas ao nosso redor, começaremos a descida inicialmente caminhando pela crista por aproximadamente uma hora e depois perderemos altitude mas rapidamente caminhando por dentro de uma linda floresta de abetos e bétulas. A última parte da caminhada será seguindo uma pequena estrada até chegarmos no nosso hotel, Grand Hotel Ushba (https://www.grandhotelushba.com), uma aconchegante pousada com confortáveis quartos com banheiro privativo e deliciosa comida típica.
 
Sete horas de caminhada
Subida acumulada - 1000 metros
Descida acumulada -  1000 metros
Distância percorrida - 15 quilômetros
 
Café da manhã incluso;
Pernoite em pousada.


15/06 - 5º Dia - TREKKING / MAZERI / GLACIAR MT. USHBA

Hoje faremos uma linda caminhada até o glaciar do Mt. Ushba, passando pela mais alta cachoeira do país. Mt Ushba é a quinta montanha mais alta da Geórgia e considerada a mais perigosa para escalar. Sua forma é extremamente marcante, com seus dois cumes com apenas 10 metros de diferença entre um e outro. Faremos os primeiros 5 quilômetros de carro e a partir daí seguiremos por dentro de uma densa floresta paralela ao rio de degelo da montanha que desce caudalosamente pelo vale. Após uma hora de caminhada ganhando pouca altitude a trilha se torna bem mais estreita e íngreme, até chegarmos ao pé do glaciar de onde teremos vistas espetaculares do Mt Ushba e das outras montanhas desta que é a linha de divisa entre a Geórgia e a Rússia. Nossa caminhada de volta ao nosso hotel demorará ao redor de 3 horas. Hospedagem novamente em Mazeri no Grand Hotel Ushba.
 
6 horas de caminhada
Subida acumulada – 1000 metros
Descida acumulada – 1000 metros
Distância percorrida – 15 quilômetros
 
Café da manhã incluso;
Pernoite em pousada.


16/06 - 6º Dia - TREKKING / MAZERI / LENJERI

Hoje começaremos nossa caminhada bem cedo, já que este é o dia mais duro de todo nosso trekking. Nossa caminhada segue inicialmente por uma pequena estrada de terra, até chegarmos as ruinas do antigo vilarejo de Guli, ganhando altitude gradualmente. Aí teremos a última oportunidade de pegar água para o restante do dia. A partir deste ponto a trilha se torna mais íngreme em uma série de zig-zags com vistas cada vez mais impressionantes dos dois cumes do Mt. Ushba e do vale de Mazeri. Após cinco horas de caminhada e oito quilômetros chegaremos ao lindíssimo Passo Guli com 2970 metros de altitude, onde faremos um longo descanso para nosso picnic com uma das mais lindas vistas do Cáucaso. Ao contrário da subida, nossa descida será bastante gradual com longos trechos de caminhada sem ganho ou perda de altitude. Após 3 horas de caminhada chegaremos a uma pequena estrada de terra com uma ampla vista do vale 700 metros abaixo e do vilarejo mais famoso da região, Mestia. Neste ponto nossos carros nos levarão ao pequeno vilarejo de Lenjeri onde nos hospedaremos em uma pousada com quartos com banheiro privativo. Todos os membros da família dona desta pousada são músicos dedicados a preservação da rica tradição musical desta região que data de mais de 3000 anos. Eles nos receberão com muitas histórias sobre esta região tão especial e com o vinho do qual este país é tão famoso.

8 horas de caminhada
Subida acumulada – 1500 metros
Descida acumulada – 650 metros
Distância percorrida – 15 quilômetros
 
Café da manhã e jantar inclusos;
Pernoite em pousada simples.


17/ 06 - 7º Dia - DIA LIVRE / LENJERI / MESTIA

Estes são vilarejos habitados há séculos e dotados de várias torres que durante a idade média serviam como defesa contra invasões. Mestia também tem vários interessantes museus e inúmeros restaurantes. Apesar de ter uma pequena população, ao redor de 2000 habitantes, Mestia é bastante turística recebendo trekkers no verão e esquiadores no inverno.
 
No final da tarde voltaremos à nossa pousada e a tranquilidade de Lenjeri onde jantaremos e seremos brindados com um show de música e dança folclórica dos nossos anfitriões.
 
Café da manhã e jantar incluídos;
Pernoite em pousada simples.


18/06 - 8º Dia - TREKKING / LENJERI / TSVIRMI / ZHABESHI

Hoje começaremos a segunda parte de nosso trekking, a caminhada de quatro dias de Mestia a Ushguli, o mais famoso trekking da Geórgia. Mas, ao contrário do roteiro tradicional que vai por baixo no vale, faremos nos primeiros dois dias um caminho diferente, muito menos trilhado que vai pela parte mais alta das montanhas com vistas muito mais bonitas.
 
Para evitar um dia muito cansativo, tomaremos dois ski lifts até a crista das montanhas cortando assim a maior parte da subida do dia e iniciando nossa caminhada a 2300 metros de altitude. Pela primeira hora de caminhada seguiremos uma pequena estradinha de terra até o topo de uma colina com vistas de 360 graus de toda a região. Apesar de ainda termos vistas do Mt. Ushba, a montanha que dominará nosso horizonte será, a partir daqui, o Mt Tetnuldi com 4858 metros, outra linda montanha da região. A partir deste ponto seguiremos por campos de flores silvestres perdendo gradualmente altitude até chegarmos ao pequeno e pouco visitado vilarejo de Tsvirmi a 1917 metros.
 
Após um bom descanso seguiremos para nosso destino do dia, o vilarejo de Zhabeshi descendo em algumas partes por lindas pradarias e outras seguindo a estrada.
 
Sete horas de caminhada
Subida acumulada – 400 metros
Descida acumulada – 1100 metros
Distância percorrida – 17 quilômetros
 
Café da manhã e jantar incluídos;
Pernoite em pousada simples.


19/06 - 9º Dia - TREKKING / ZHABESHI / ADISHI / BOGRESHI

Atravessando o pequeno vilarejo de Zhabeshi começaremos uma subida ininterrupta de 700 metros por dentro de uma floresta com vistas ocasionais do Mt. Ushba e do Mt. Tetnuldi até chegarmos a uma crista com amplas vistas da região. Seguiremos então por ao redor de três quilômetros contornando a montanha quase sem perder altitude. Atravessaremos dois deliciosos riachos de montanha onde podemos parar para um refrescante banho de rio. Até quase chegarmos a Adishi não avistaremos o vilarejo sendo que os últimos 300 metros são em um dos campos floridos mais bonitos do trekking.
 
Após descansar um pouco em Adishi e absorver a atmosfera do pequeno vilarejo caminharemos pela estrada plana por 10 quilômetros até nossa pousada no vilarejo de Bogreshi.

Oito horas de caminhada
Subida acumulada – 950 metros
Descida acumulada – 950 metros
Distância percorrida –  21 quilômetros
 
Café da manhã e jantar incluídos;
Pernoite em pousada simples.


20/06 - 10º Dia - TREKKING / BOGRESHI / IPRARI

Hoje é um dos dias mais bonitos do trekking! Começaremos o dia com uma pequena viagem de carro de volta a Adishi onde começaremos a caminhada. A trilha segue ao lado do rio ganhando altitude muito gradualmente e com impressionantes vistas da cascata de gelo do Mt Tetnuldi. Após 6 quilômetros de caminhada atravessaremos o rio com cavalos já que a água pode ser um pouco profunda. A partir deste ponto começaremos a subir mais pronunciadamente até chegarmos no Passo Chkhunderi a 2650 metros de altitude. Começaremos então uma descida gradual por dois quilômetros, seguida por uma descida mais pronunciada até o vale. Os últimos quilômetros do dia são ao lado de um caudaloso rio de degelo das montanhas atrás de nós. A cada dez passos pararemos para olhar para as impressionantes montanhas ao norte.
 
Nossa pousada hoje será uma das mais confortáveis do trek com vários quartos para duas pessoas e excelente comida.
 
Seis horas de caminhada
Subida acumulada – 750 metros
Descida acumulada – 850 metros
Distância percorrida – 17,5 quilômetros
 
Café da manhã e jantar inclusos;
Pernoite em pousada simples.


21/06 - 11º Dia - TREKKING / USHGULI / MESTIA

Hoje, nosso último dia de trekking, será um dia razoavelmente fácil com menos subidas e descidas do que os outros dias e apenas 12 quilômetros de distância. A caminhada será, na maior parte, dentro da floresta bem acima do vale e com amplas vistas de toda a região. Chegaremos em Ushguli ao redor de uma da tarde onde almoçaremos em um café (não incluído). Teremos então algumas horas para explorar este vilarejo que é Patrimônio da Humanidade da UNESCO, com as várias torres tendo como pano de fundo o Mt. Shkhara. No final da tarde voltaremos a Mestia em uma viagem de ao redor de 2 horas de duração.
 
Quatro horas de caminhada
Subida acumulada – 600 metros
Descida acumulada – 400 metros
Distância percorrida – 13 quilômetros
 
Café da manhã incluso;
Pernoite em pousada simples.


22/06 - 12º Dia - MESTIA / TBILISI

Viagem de ao redor de 8 horas de volta a Tbilisi. 
 
Café da manhã incluso;
Pernoite em hotel.


23/06 - 13º Dia - TBILISI / DIA LIVRE

Dia livre para explorar um pouco mais a cidade ou fazer algum passeio nas proximidades. Recomendamos um tour de vinhos em Kakheti, a mais importante região produtora de vinhos na Geórgia. Afinal, acredita-se que o vinho nasceu neste país há mais de 5000 anos! Converse conosco para mais algumas sugestões de passeios neste dia.

Café da manhã incluso;
Pernoite em hotel.



24/06 - 14º Dia - TBILISI / RETORNO AO BRASIL

Check-out no hotel e embarque para a cidade de origem.(traslado hotel / aeroporto não incluso).
 
Café da Manhã incluso;
Sem pernoite incluso.
 
A programação acima poderá sofrer modificações devido a fatores climáticos, de acesso ou que possam interferir na segurança dos participantes.


Datas e Preços

Calendário

Datas

Status

A Partir de

 

11/06/2020

Há Vagas

€ 3.500,00
terrestre

Faça sua pré-reserva

PREÇO POR PESSOA - SOMENTE TERRESTRE - VALORES EM €

Hospedagem

DBL

Hotéis 3* em Tbilisi e pousadas simples durante o trekking

3.500

Valores válidos para grupo mínimo de 8 pessoas.
 
Single Supplement Involuntário:
Conforme os clientes forem se inscrevendo na viagem serão feitos pares para a divisão de quartos. Caso, ao final do período de inscrição alguém fique sem par, esta pessoa terá de pagar um single suplement de € 300,00. 
 
Single Supplement Voluntário:
Caso a pessoa escolha ficar em quarto individual pagará o dobro do Single Suplement Involuntário, ou seja, € 600 já que por sua escolha outra pessoa do grupo também ficará em um quarto individual.

 

** Preço por pessoa em US$ (Dólares)
** Preço sujeito alteração sem aviso prévio
** Dólar do dia do fechamento da viagem
 
Todos os roteiros estão sujeitos à confirmação quanto à disponibilidade de vagas de todos os serviços locais.
 
Formas de pagamento:
 
Cheque
6 x sem juros em cheques pré datados.
5 x sem juros até 30 dias antes do embarque.
(30% na 1 a. parcela e o restante em parcelas de igual valor).
* Aceitamos somente cheque do próprio viajante.
 
Cartão
Visa, Mastercard e Amex - Entrada + 3 x sem juros.
(Entrada de 30% em cheque ou depósito e o restante em até 3 x iguais no cartão).
 
*** Para clientes estrangeiros, consultar condições de pagamento.
*** For foreign clients consult payment rules.
 
Reservas:
Mediante o sinal de US$ 200 por pessoa, para solicitação da reserva completa (trechos aéreos, hospedagem, passeios e demais serviços). O sinal recebido para reserva será descontado do valor total do roteiro reservado no ato do pagamento do restante do valor total do pacote. Esse valor será integralmente reembolsado ao cliente, no caso de não confirmação por parte da agência do roteiro conforme solicitado. O valor não será reembolsado ao cliente, em caso de desistência e ou cancelamento por parte do cliente, do roteiro reservado, após a confirmação da reserva total por parte da agência. Valor esse, retido a título de perdas e danos para pagamento de multas de cancelamento de reserva junto a terceiros.
 
 
Cancelamentos
Em caso de cancelamento por parte do passageiro após a reserva emitida, serão abatidos os valores referentes à taxa administrativa e a multa de cancelamento da companhia aérea, e sobre o valor restante pago incidirão as seguintes taxas de cancelamento que serão rigorosamente cobradas:
 
Parte terrestre
Cancelamento até 30 dias do início da viagem: multa de 10% do valor total
Cancelamento entre 29 e 21 dias do início da viagem: multa de 20% do valor total
Cancelamentos com 20 ou menos dias do inicio da viagem: percentuais superiores aos acima referidos, desde que correspondentes a gastos efetivamente comprovados pela agência perante a EMBRATUR, efetuados em decorrência da desistência do usuário.
 
Parte aérea: Taxa ou multa de cancelamento cobrada pelas Companhias Aéreas para os bilhetes em questão.
 
 
Para remarcações de datas: As solicitações de alteração de data devem ser comunicadas por escrito. Serão cobrados ajustes tarifários nos casos devidos.
 

O que está Incluso

Inclui 

- Acomodação no hotel citado ou similar, em quartos duplos, com café da manhã; 
- Ingressos e passeios especificados;
- Transporte especificado no roteiro;
- Acompanhamento de guia brasileiro a partir de Tbilisi;
- Alimentação especificada no itinerário;
- Transporte do equipamento pessoal em cavalos;
- Brinde Pisa Trekking.
 
Não inclui
 
- Voos internacionais;
- Traslado Aeroporto / Hotel / Aeroporto;
- Alimentação fora do trekking;
- Bebidas engarrafadas e sobremesas durante o trekking;
- Vistos ou gorjetas;
- Qualquer item não citado acima.
 

O que levar

Na região onde faremos o trekking, no mês de setembro a temperatura nos vilarejos é de, na média, ao redor de 20 graus durante o dia e 10 graus à noite. Em altitudes maiores onde chegaremos no meio do dia a temperatura será de ao redor de 15 graus e a chance de chuva pequena. Com isso nossa lista de equipamentos para este trekking é razoavelmente pequena.
 
Pés
 
Botas de caminhada
Devem ser específicas para trekking e cobrir o tornozelo. Compradas com antecedência e "amaciadas Comprar no Brasil. Recomendamos botas italianas como a Asolo, Scarpa ou La Sportiva. No Brasil é mais fácil encontrar da marca Salomon ou da Snake. Se você já tem a sua e se ela já tem mais de cinc anos, mesmo em bom estado, substitua por uma nova. Tanto a cola como os materiais ressecam com passar do tempo e existe o risco de descolamento da sola.
 
Meias de trekking
O ideal são meias de trekking de lã ou outro material térmico como a das marcas Thorlo, Smart Wool, Mund ou Fox River. Essas meias devem ser específicas para trekking, compradas em casas especializadas. Você vai notar que as meias de trekking são bastante caras, mas pense que estará andando por muitos dias. É importante ter os pés secos, confortáveis e quentes.
 
Papete ou crocs
Um par de sandálias ou chinelos. O ideal são "papetes" ou Crocs, pois podem ser usadas com meias, para descansar os pés após chegarmos ao lodge ou no acampamento.
 
Tênis
Um par de tênis para os passeios nas cidades.
 
Pernas
 
Calça trekking
Por muito tempo se usou tactel como material para calças de trekking. Hoje em dia se dá preferência para o que se chama em inglês de soft shell. Estes novos materiais de calças de trekking são mais justos já que de material stretching e resistentes a água secando com muita facilidade e sujando menos.
 
Shorts
Um short ou bermuda. Pode ser também uma calça com zíper na perna.
 
Tronco
 
Camisetas dry fit
Camisetas de manga curta e camisetas de manga longa (além da roupa de baixo), de preferência de material tipo dry fit.
 
Fleece fino
Um pulôver de fleece fino. Recomendamos o modelo Microchill da Mountain Hardwear:
 
Anorak
Um anorak com gorro, de preferência de material respirável como Gore Tex. Este anorak deverá ser bastante fino e ocupar pouco espaço, já que estará dentro de sua mochila todos os dias. Evitar anorak forrados de fleece. Existem vários modelos, mas o importante é buscar um com capuz ajustável, zíper em baixo dos braços para melhor ventilação.
 
Cabeça
 
Gorro
Gorro de fleece grosso cobrindo as orelhas.
 
 
Boné
Pode ser com ou sem proteção para o pescoço tipo legionário.
 
Mãos
 
Luva fina
Um par de luvas finas de material térmico. 
 
Equipamentos De Trekking
 
Óculos
Óculos escuros com filtro UV. Para expedições de escalada é necessário ter proteção lateral. Para trekkings não. Recomendamos os modelos foto cromáticos. 
 
Mochila – day pack
Uma mochila média de capacidade entre 35 a 50 litros com alças bem confortáveis e acolchoadas.
 
Cobre mochila
Algumas mochilas como a Doiter já vêm com o cobre mochila, outras não. 
 
Head lamp
Lanterna com pilhas reservas. Embora as head lamps (lanternas que são usadas presas na cabeça) não sejam obrigatórias, elas são muito mais práticas, já que deixam as mãos livres. 
 
Bastões de caminhada
Bastões de caminhada de altura regulável. 
 
Miscelânia
 
Purificador de água
Purificador de água a base de iodo (é o mais efetivo) em comprimidos, se não encontrar iodo pode levar produtos a base de cloro.
 
Cantil
Cantil de 1 litro. Os cantis de plástico duro são os mais recomendados, principalmente os de boca larga. Como enchemos os cantis nos riachos, não é recomendável qualquer cantil que seja recoberto por tecido, pois molha. 
 
Filtro solar e labial
Filtro solar com proteção mínima fator 15 e protetor labial com filtro solar.
 
Duffle bag
Saco de cordura ou nylon grosso para os carregadores / mulas levarem seu equipamento durante o trekking ou escalada. Trazer um dufle bag grande com 120 litros ou mais.
 
Cadeado
Comprar de tamanho médio para o duffle bag. Sugerimos os de números ao invés de chave, pois são mais práticos.
 
Snacks
Recomendamos levar dois snacks por dia de expedição, para comer entre as refeições. Por um snack entende-se a quantidade de calorias equivalente a uma barra de cereais. Pode ser chocolate, frutas secas, nozes, barra de cereais, castanhas, bolachas etc.
 
Papel higiênico
Recomendamos dois rolos.

Guias da Trilha

  • Agnaldo Gomes

    Agnaldo Gomes é formado em Geografia pela PUC - São Paulo. É guia de montanha há 15 anos e pratica esportes outdoor há 25. A paixão pelas montanhas nasceu nas aulas de Geografia, quando cursava o ensino médio e desde então o amor pelas montanhas e a necessidade de estar ao ar livre somente aumentou. Tem em seu currículo expedições em alta montanha, travessias de bicicleta e caiaque oceânico. Em 1990 fez sua primeira expedição em altitude, no Aconcágua, na Argentina. Realizou cursos de escalda em rocha, gelo e primeiro socorros. Participou e liderou expedições nas montanhas mais altas de vários países, entre elas o Aconcágua na Argentina,Huascaran e o Pisco no Peru, Cotopaxi, Illiniza e Chimborazo, no Equador, Huyana Potosi, Pequeno Alpamayo, Illimani e Sajama, na Bolívia, Elbrus, na Rússia, Kilimanjaro, na Tanzânia e o Island Peak, no Nepal. Em setembro de 2013 participou de uma expedição ao Cho Oyu, a sexta mais alta montanha do planeta, com 8201 metros, localizado na fronteira do Nepal com o Tibete. Alcançou o cume no dia primeiro de outubro e se tornou um dos poucos alpinistas brasileiros a ter escalado uma montanha com mais de 8000 metros.

VOCÊ TAMBÉM VAI CURTIR